Prazer: parte de sua saúde está nele. Permita-se!

Atualizado: há 5 dias

Nossa relação com o prazer na vida aponta para a saúde da nossa relação com o alimento e com nosso corpo. 


O prazer é uma vitamina essencial do alimento. Nosso cérebro está programado para sentir prazer e evitar a dor. 


A digestão tem algumas fases, dentre ela a cefálica, onde o olfato, o paladar e a visão estimulam salivação, secreção de enzimas e hormônios que irão atuar em todo o processo digestivo. 


Além disso, sabemos que o estresse dificulta a digestão. Uma refeição sem prazer pode ser estressante, portanto comer com prazer, de maneira relaxada, ajuda a digerir melhor o alimento. 


Você pode me dizer: "Ah, mas eu adoro comer hambúrgueres, pizzas, sorvete e quando como, me sinto pesada". 



O que acontece é que quando gostamos muito de um alimento, nós o devoramos!! Comemos rápido, sem mastigar, e geralmente estamos pensando no próximo pedaço, em pedir mais um.


Se soubéssemos, de fato, apreciar o alimento, comeríamos uma menor quantidade de comida, ainda que seja a nossa preferia. Mastigaríamos conscientemente também.


Mas vamos voltar ao prazer.  Deu pra perceber que não é um fenômeno frívolo? Ele não só interfere em nosso mundo interno, psicológico, como também no físico. 

O prazer nos faz gostar de estarmos vivos e, ainda assim, nós o evitamos. 


O conceito de prazer pode vir com muita moral de níveis religiosos, culturais, familiares, pessoais e históricos. Ou seja, é frequentemente um conflito interno sentir prazer em alguns aspectos. 


Muitas pessoas com problemas alimentares e de imagem temem o prazer. Elas acham que sentir prazer é igual a comer mais, portanto sentir prazer é ruim. Pensamos que vamos perder o controle, se algo for muito bom. 


Resistir ao prazer é estressante e as chances de você estar resistindo a outros prazeres são grandes. Precisamos aprender a confiar para nos permitirmos ao prazer.


É sobre aprender sobre nosso corpo, reaprender 


Refletir


Precisamos refletir, repensar sobre esse tema: o que significa ter prazer na vida?


E precisamos expandir essa sensação de prazer para além da comida. Ela não é a única fonte de prazer. Precisamos expandir, também, para o prazer do auto cuidado, da vida em casa, no trabalho, nos relacionamentos, na sexualidade. 


Podemos concluir que: quanto menor o prazer, menor o nosso metabolismo.


Faça uma reflexão sobre o assunto:

  • Como anda essa sua relação?

  • Como sua alimentação reflete a relação com o prazer?

  • De onde vem o prazer em sua vida?

Se precisar de ajuda, conte comigo!



Soraya Costa

Nutricionista Comportamental e Psicanalista

CRN 20926